Literatura na Corda no Ritmo e Letra

Aconteceu  em   17 de  julho de  2015, na  Biblioteca  Carlos Alberto Barbosa do  IFRJ  Campus  Nilópolis,  o evento  Ritmo e  Letra, parte  integrante do projeto de extensão Brisa  Literária,  orientado pela  professora  Bárbara  Santos.  Eu  fui convidada a  falar  sobre o  projeto de  pesquisa Literatura de  cordel como  patrimônio cultural,  que  deu origem a  este  blog.

O  evento, organizado em  dois   blogs de  bate-papo,  teve  a  participação também dos músicos  Beto  Gaspari, Osvaldo, Humberto HB e  Dario Tavares (também professor do IFRJ).  No  primeiro  bloco, eu e  Beto  conversamos acerca das  semelhanças que   há  entre  a  música e  a literatura popular e  para  provocar  a discussão e a participação dos ouvintes, a  professora  Bárbara preparou   um  interessante  jogo  intitulado “Mito  ou  verdade”  em que  apareciam  perguntas  tais como: “O   livreto tem  que ser  pendurado em  barbante?”, “A linguagem tem que  ser  matuta?”, “Só  homem  escreve  cordel?”, “Só  pode  ser  tema  rural?”.

Beto Gaspari,  por  sua  vez,   apresentou  algumas de  suas  composições  musicais e  destacou que  sua  produção artística também é influenciada pela  cultura  nordestina e a literatura de  cordel,  visto  que seus pais são nordestinos.

A literatura de  cordel  é  uma  literatura do chão?

A pergunta   foi  feita  por  Bárbara, inspirada  por  uma das  canções  de  Gaspari,  em  que   o  artista canta  seu desejo de  retornar às  raízes.   Minha   resposta  foi “sim, a  literatura de  cordel   é  do  chão!”;  é  um retorno  ao  chão  no sentido em esse  é  uma  metáfora para o  local de  origem do cordelista.  É o  que   faz  Dalinha  Catunda em  seu  retorno recorrente  ao  Ceará e é o  que  faz  Victor  Alvim ao  falar do Rio de Janeiro, da  capoeira, do  samba: aspectos culturais  que   lhe são caros e  com os  quais se  identifica como escritor.

Agradeço imensamente à colega  Bárbara  Santos e  suas   orientandas  pelo convite.

One comment

Deixe uma resposta para alex Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *